“Eu estaria mentindo se dissesse que o sofrimento da minha mãe nunca me deu prazer.”

Antara nunca escondeu o ressentimento que nutre pela mãe, que abandonou o marido para morar em uma comunidade mística e chegou a viver na rua, deixando a filha sempre à própria sorte. Agora que a mãe começa a sofrer de demência e ter episódios de esquecimento, Antara se vê diante da indesejada responsabilidade de cuidar de quem jamais cuidou dela. É nesse momento que ela refaz a trajetória das suas lembranças para contar a história de duas mulheres unidas por uma relação dolorosa, mas impossível de abandonar.

Livro finalista do Booker Prize 2020.

“Uma obra de extraordinária percepção, coragem e sofisticação.”
— The Washington Post

“Uma estreia inquietante e vigorosa, surpreendente em seu veneno, que nos desarma com sua ironia desde a primeira frase.”
— The Guardian

“As frases de Doshi são traçadas de forma nítida e devastadoramente precisas. Nunca há uma palavra desperdiçada, nenhum entulho, nenhum floreio para se esconder atrás. Uma voz tão despojada e contundente, é tão obstinadamente original que você não vai querer parar de ouvi-la.”
— The New York Times

“Uma história de família elegantemente escrita que ferve de ódio e é impossível de largar. Dolorosamente emocionante, este é um romance primorosamente escrito.”
— Observer

Açúcar Queimado

R$69.90Preço