Rhys Bowen inaugura a série A Espiã da Realeza, ambientada em Londres nos anos 1930, com uma irresistível combinação de intriga, romance e humor.

 

“Uma combinação perspicaz de mistério clássico, sátira e comédia.” – Jacqueline Winspear

 

“Brilhante. Este livro vai muito além de um assassinato misterioso. Tem uma história de amor, comentários sociais, humor e perigo. Totalmente instigante.” — Louise Penny, autora da série Inspetor Gamache

 

Apesar de ser a 34ª na linha de sucessão ao trono inglês, lady Victoria Georgiana Charlotte Eugenie de Glen Garry e Rannoch – Georgie para os íntimos – está totalmente falida. Para continuar se mantendo, ela tem duas opções: se casar com um príncipe com cara de peixe ou se tornar acompanhante de uma tia idosa e reclusa.

 

Georgie se recusa a aceitar qualquer um desses destinos deprimentes e decide ir sozinha para Londres em busca de emprego e liberdade.

 

Mas antes que consiga qualquer uma dessas coisas, é convocada para um chá com a própria rainha, que a incumbe de espionar o príncipe de Gales e sua amante americana.

 

Enquanto tenta se desdobrar para arranjar um trabalho remunerado e ao mesmo tempo bancar a detetive para Sua Majestade, Georgie chega em casa um dia e encontra, morto em sua banheira, o francês arrogante que estava reivindicando a posse da propriedade ancestral dos Glen Garry e Rannoch.

 

Agora ela terá que usar seus dotes investigativos recém-descobertos para provar a inocência de sua família e limpar seu sobrenome. Para isso, contará com a ajuda de um avô de sangue nada azul, de uma antiga amiga de escola e de um irlandês bonitão de linhagem nobre porém tão pobretão quanto ela.

A espiã da realeza

R$49.90Preço