O projeto empreendido por François Dosse em A saga dos intelectuais franceses 1944-1989 nos traz uma historiografia comentada da intelligentsia francesa na segunda metade do século XX, face aos acontecimentos do pós-Segunda Guerra Mundial aos eventos de 1989. Reconstrói com uma vasta riqueza de detalhes o aporte das principais figuras da época e aborda a evolução das ideias que dominaram os momentos cruciais de um mundo em acelerada transformação.

Dosse, consagrado epistemólogo da história,  tornou-se conhecido por notável obra sobre o estruturalismo e biografias como de Paul Ricœur, Cornelius Castoriadis, Pierre Nora e Michel de Certeau.

Se tivéssemos de resumir num par de palavras a ideia geral que nos trazem os dois alentados volumes desta obra, poderíamos dizer que passamos do período dominado pela prova da história, da influência comunista e de suas desilusões a um período aguçado pela crise do futuro e pela preeminência das ciências humanas. Mas isso não basta para dar conta da grande riqueza desses volumes, nos quais se passa do feminismo à ecologia, da guerra da Argélia à do Vietnã, da revolução chinesa às jornadas de Maio de 1968.

Jamais serão anódinos tempos que viram surgir pensadores do gabarito de Sartre e Simone de Beauvoir, Foucault e Lacan, Barthes e Derrida.

A saga dos intelectuais franceses 1944-1989

R$129.00Preço