Neste corajoso relato, Adriana Negreiros parte de sua própria experiência para desvendar um cotidiano de violências e abusos sofridos por mulheres na história recente do Brasil.

Por muito tempo, o estupro foi tratado de forma obscura, aos sussurros, como tabu ou excentricidade. E mais, foi extremamente resistente o pensamento de que as mulheres também eram culpadas pela agressão sexual que sofriam. No Brasil, um dos países com maior taxa de feminicídios do mundo, sensibilizar e alertar a sociedade para essa violência — não apenas a real, como também a simbólica — é algo urgente.

Em A vida nunca mais será a mesma, Adriana Negreiros discute a cultura da violência e o estupro no Brasil em suas mais variadas formas e expressões. Do delicado tema do abuso sexual de crianças por familiares ao estupro no casamento, chama a atenção o fato de que a agressão contra a mulher não se dá apenas no espaço público — os lares podem ser ambientes igualmente opressores, apartados da interferência do Estado.

Alternando depoimentos em primeira pessoa com casos verídicos de outras mulheres, noticiados na imprensa ou investigados por ela, Adriana constrói um livro tocante e, ao mesmo tempo, elucidativo.

A vida nunca mais será a mesma

R$49.90Preço