Entre 1969 e 1971, Ana Cristina Cesar trocou apaixonadas cartas com o namorado. Enquanto ela fazia intercâmbio na Inglaterra, Luiz Augusto Ramalho havia acabado de se mudar para a Alemanha. Inédito por mais de cinco décadas, este material vem a público no ano em que a poeta completaria setenta anos e ilumina a trajetória de um dos nomes mais fascinantes da literatura brasileira.

Londres, 1969. Ana Cristina Cesar tinha dezessete anos quando viajou para a Inglaterra, onde passou o ano letivo como intercambista. Num período marcado pela efervescente contracultura, a futura autora de A teus pés manteve uma arrebatadora correspondência com seu namorado, Luiz Ramalho, que por sua vez havia partido para Aachen, na Alemanha, como exilado político.
As cartas de Ana jogam luz sobre as expectativas e os anseios de um jovem casal cheio de planos e ao mesmo tempo sem pistas do que o futuro lhe reservaria. Tendo como pano de fundo discos de Beatles, Caetano Veloso, Chico Buarque e Elizeth Cardoso e livros de Clarice Lispector, George Orwell, Albert Camus, Vinicius de Moraes e Carlos Drummond de Andrade, a correspondência traz declarações de amor rasgadas ao mesmo tempo em que revela a mente inquieta, questionadora e extremamente culta de uma poeta que marcaria para sempre as gerações seguintes.

Estabelecimento de texto por Rachel Valença, do Instituto Moreira Salles.

Amor mais que maiúsculo - Cartas a Luiz Augusto

R$84.90Preço