top of page

As vinhas da ira, livro que marcou o auge da carreira do Nobel de Literatura, John Steinbeck, tornando-se um manifesto perene da luta dos excluídos, ganha edição revisada, com novo projeto gráfico.

 

Publicado em 1939, As vinhas da ira marcou o auge da carreira de John Steinbeck, vencedor do Nobel de Literatura, e se mantém como um documento social e um marco da literatura. Assim como o livro, o filme, que rendeu um Oscar ao diretor John Ford e foi protagonizado por Henry Fonda, tornou-se um clássico.

Dez anos depois do início da Grande Depressão de 1929, Steinbeck criou um manifesto perene com foco na luta dos excluídos. As vinhas da ira representa o confronto entre indivíduo e sociedade, através da epopeia da família Joad, expulsa pela seca dos campos de algodão de Oklahoma, para tentar sobreviver como boias-frias nas plantações de frutas do Vale de Salinas, na Califórnia.

Prêmio Nobel de Literatura em 1962, Steinbeck retratou a situação do homem moderno diante das dificuldades, a pobreza e a privação em um universo feroz, protagonizado por vítimas da competição e párias sociais. Ao testemunhar as debilidades humanas diante de um sistema econômico implacável, nos deparamos com situações repletas de dramaticidade. O realismo do texto, com fortes tons naturalistas, expõe o escritor como experimentador de inovadoras técnicas narrativas, ricas em simbolismo e elaboração mítica.

Tão americano quanto universal, Steinbeck exibe na vida e na arte irredutíveis paradoxos, provocados pela tensão entre instinto e mente, natureza e história, a civilização e seus descontentes. As vinhas da ira é a prova de que homens em lugares e situações comuns podem ser trocados pela intenção épica e conduzidos à imortalidade.

Do texto de orelha de Pedro Pacífico, o Bookster:

“As vinhas da ira é [...] uma leitura para ser feita com calma, apreciando a complexidade dos personagens e a construção de Steinbeck de diversas camadas narrativas.”

As vinhas da ira

R$ 69,90Preço
Somente 1 em estoque
    bottom of page