Neste livro, Jessé Souza demonstra com clareza nosso real lugar no mundo e apresenta a importância de compreender como nossa elite intelectual, submissa à elite do dinheiro, construiu uma imagem distorcida do Brasil disfarçando todo tipo de privilégio injusto.

 

Em um texto elucidativo e de fácil leitura, Brasil dos humilhados descortina as bases elitistas do pensamento social brasileiro dominante que culpa o povo, supostamente inferior e corrupto, pelo seu próprio abandono. Além disso, expõe como as elites econômicas e políticas se apropriam dessa “inteligência” para aumentar seus domínios sobre a população e dinamizar seus ganhos.

Sabemos que é difícil explicar o Brasil, país de extensas riquezas e de sociedade abissalmente desigual. Quando recorremos às respostas oferecidas pela ciência social brasileira desde 1930, lidamos com visões hegemônicas sobre nós mesmos que são usadas pela elite e sua imprensa para nos descrever como mais desonestos, mais feios e mais burros que os habitantes do Norte global, como se estivéssemos amaldiçoados a reproduzir tipos sociais inconfiáveis.

Essa visão provinciana e depreciativa do povo brasileiro foi determinada pelas ideias dos intérpretes mais importantes do país, como Sérgio Buarque de Holanda, e trazida até a atualidade por outros pensadores fundamentais, como Raymundo Faoro e Roberto DaMatta, influenciando a maior parte da inteligência nacional até hoje. Com a legitimação científica, a “tolice da inteligência brasileira” – expressão irônica de Jessé Souza para se referir a essas leituras enviesadas do nossopensamento social – se alastrou por toda a sociedade: das elites industriais, financistas e da mídia aos partidos políticos, da direita à esquerda. Isso fez com que estigmas sobre a suposta corrupção do povo, a miséria criada por culpa própria e a preguiça se somassem, criando uma autoimagem do Brasil como nação sem futuro e da percepção dos brasileiros como seres desprovidos de virtudes.

 

“O sociólogo Jessé Souza questiona as bases do pensamento nacional.” -El País

“A tese central deste livro de Jessé Souza é que tamanha ‘violência simbólica’ só é possível pelo sequestro da ‘inteligência brasileira’ para o serviço não da imensa maioria da população, mas sim do 1% mais rico. Isso que possibilita a justificação, por exemplo, de que os problemas brasileiros não vêm da extraordinária concentração de riqueza, mas sim da ‘corrupção do Estado’, levando a uma falsa oposição entre Estado demonizado e mercado virtuoso.” - Fernando Nogueira da Costa

“O cerne da contribuição de Jessé Souza reside na tentativa de mostrar que as sociedades modernas ‘centrais’ e ‘periféricas’ não são tão distintas como parecem.” - Alexandre de Freitas Barbosa

“Para o entendimento das práticas artísticas e literárias em um país de tão marcante desigualdade (...), as várias originais contribuições de Jessé Souza são capazes de produzir ecos estridentes.”- Gabriel Estides Delgado

Brasil dos humilhados

R$39.90Preço