UM THRILLER DE JORNALISMO

Quando aceitaram cobrir um escândalo de corrupção entre os governos brasileiro e venezuelano, os jornalistas Leandro Stoliar e Gilson Fredy não imaginavam que suas vidas ficariam por um fio. Em uma pequena cidade no interior da Venezuela, uma ponte que custara milhões e deveria estar pronta há anos tinha apenas os pilares. A reportagem era parte da série especial “A caixa preta do BNDES”, exibida no Jornal da Record para mais de 150 países. Entretanto, o que era para ser uma investigação sobre desvio de dinheiro público terminou em uma prisão conhecida como "Tumba", sob acusações de terrorismo e espionagem. Dossiê Venezuela conta em detalhes as trinta horas de tortura psicológica, medos e incertezas do encarceramento dos repórteres, tendo como plano de fundo a censura e a realidade dura do povo venezuelano sob o governo ditatorial de Nicolás Maduro. Um relato inédito e chocante, de pura adrenalina até a última página. "Mais que o depoimento do instinto de um repórter, o livro é uma aula de bom jornalismo." (Celso Freitas, jornalista e apresentador) "Ditadores não suportam jornalistas, independentemente das orientações ideológicas. Mas, como a missão de todo jornalista é publicar o que alguém quer esconder, Leandro Stoliar e Gilson Fredy viveram uma jornada eletrizante atrás de respostas. Um documento para futuras gerações." (Thiago Contreira, jornalista e diretor de jornalismo da Record TV) "Ir à Venezuela em momento como aquele e se comprometer com a notícia sabendo de todos os riscos, mesmo na prisão, mostra que seu pensamento era um só: o compromisso com o público." (Reinaldo Gottino, jornalista e apresentador de TV) O autor abarca em seu texto os tropeços, medos e ameaças de uma reportagem investigativa sobre empreiteiras brasileiras que pagavam propina a servidores venezuelanos. Stoliar fez um trabalho com extraordinária competência e talento."

(Domingos Meirelles, jornalista e autor)

Dossiê Venezuela

R$49.90Preço