Nos 200 anos da Independência do Brasil, “Extermínio” mostra como a morte, a tortura e as ilegalidades historicamente caracterizaram a ação do Estado em relação à população indígena, aos negros escravizados ou libertos, camponeses, sindicalistas e a todos aqueles que tentaram subverter uma ordem social perversa e excludente. A partir de uma farta documentação produzida pelo próprio Estado, a autora demonstra como a lógica de desumanização ou de transformação de determinados grupos em inimigos internos sempre fez parte das estratégias de repressão do Estado brasileiro, um “pós-graduado em quebrar as próprias leis”. Qualquer semelhança com os tempos atuais não é mera coincidência, é história.

Extermínio - Duzentos anos de um Estado genocida

R$61.90Preço
Apenas 1 em estoque