Ato falho. Complexo de Édipo. A culpa é da minha mãe. Isso é o seu inconsciente agindo. Todos esses termos e expressões estão na boca de todos os mortais e norteiam muitas de nossas reflexões e atitudes sobre a vida.

 

Sigmund Freud é um dos poucos pensadores e cientistas com forte presença nas manifestações culturais, inclusive nas mais populares. Pudera: suas descobertas colocaram o ser humano diante do universo de mistérios do seu inconsciente – a parte da mente sobre a qual não temos nenhum controle, mas que determina os nossos comportamentos, ansieda­des, escolhas e os caminhos da nossa sexualidade. Mas a obra de Freud acabou sen­do, também, uma das preferidas do papo amador, aquele que acaba frequentando “as mesas dos botequins”, produzindo um verdadeiro “telefone sem fio”, ao misturar, sem muito discernimento, conceitos como: “re­primidos”, “negação”, “inveja do pênis”.

Mas, a confusão acaba aqui. O jornalista Alexandre Carvalho mergulhou profundamente na obra de Sigmund Freud para descomplicar suas principais teorias, apresentando-as de forma clara.

Ao explicar postulados como a pulsão de morte, nosso mal-estar diante das exi­gências do convívio social e os conflitos psicológicos que definem quem somos, o autor faz uma jornada sobre autoconheci­mento – e, de quebra, elucida muitas das questões da sociedade atual. Um conjunto de reflexões urgentes nestes tempos de ataques à autoestima (via redes sociais) e de ódio a opiniões que não sejam idênticas às nossas.

Freud ajudou milhões a entenderem a própria personalidade. Este livro vai ajudar você a enten­der de vez – com um texto tão acessível quanto atraente – por que esse amante de charutos é um dos pais do pensamento moderno.

Freud Sem Traumas

R$40.00Preço