Memorias de Mama Blanca”, publicado em 1929, seria o segundo e último romance de Teresa de la Parra, no qual ela refletia seu caráter distintamente venezuelano e, como em “Ifigenia (Diário de uma jovem que escrevia porque se irritava)” , O conteúdo autobiográfico incorporado na trama ficcional é evidente. "Memorias de Mama Blanca" se baseia em aspectos biográficos de sua infância e nela descreve a fazenda da família "El Tazón", localizada entre os rios Turmerito e Piedra Azul (nome que a fazenda leva no romance).

Memorias de Mama Blanca

R$49.00Preço