top of page

Novo livro do Clube do Crime das Quintas-Feiras une suspense, emoção e humor para construir mistério sensível e cheio de reviravoltas.

 

O clima é de fim de ano, e um valioso objeto está sendo transportado clandestinamente pelo litoral da Inglaterra. No fim da rota, ele acaba parando nas mãos de um velho conhecido do Clube do Crime das Quintas-Feiras — mas, quando o objeto desaparece e o homem é assassinado, um verdadeiro caos se instaura. E é aí que essa animada turma de aposentados entra em ação. 

 

Desta vez, o grupo de detetives septuagenários se lança em uma investigação no ramo das antiguidades, onde nem sempre se joga limpo. Achar um assassino não é moleza — principalmente quando precisam estar sempre um passo à frente de traficantes, falsificadores e uma investigadora implacável —, e Elizabeth, Joyce, Ron e Ibrahim ainda têm questões pessoais urgentes com que lidar.

Com o passar dos dias, a sensação de que esse talvez seja o caso mais
perigoso que já enfrentaram fica cada vez mais forte. Novas mortes se acumulam, a ameaça se intensifica e os quatro amigos não sabem em quem confiar.

 

Teriam eles finalmente se deparado