Um corpo amanhece em um beco, envolto em uma manta e com pequenas partes cortadas. O crime do Cais do Valongo, de Eliana Alves Cruz, é um romance histórico-policial que começa em Moçambique e vem parar no Rio de Janeiro, mais exatamente no Cais do Valongo. O local foi porta de entrada de 500 mil a um milhão de escravizados de 1811 a 1831 e foi alçado a patrimônio da humanidade pela Unesco em 2017. A história acontece no início do século 19 e é contada por dois narradores — muana e nuno — que conviveram com a vítima: o comerciante Bernardo Vianna.

O crime do Cais do Valongo

R$45.90Preço