Em uma narrativa divertida e repleta de dados curiosos, estudo pioneiro resultante de extensa pesquisa mostra que os mosquitos foram muito mais determinantes no rumo da humanidade do que se imagina

 

Por que o gim-tônica era o drin­que preferido dos colonizado­res britânicos na Índia e na África? A qual elemento a rede Star­bucks deveria creditar seu domínio global? Qual foi o fator determinante para a ruína das Cruzadas? Por que a Escócia cedeu sua soberania para a Inglaterra? Qual foi a arma secreta de George Washington durante a Revolu­ção Americana?

A resposta para essas e muitas outras perguntas passa por um fator extremamente mundano: o mosquito.

O mosquito conduziu o destino de impérios e nações, destroçou econo­mias e foi decisivo em inúmeras guer­ras cruciais da nossa história. Tam­bém foi responsável pela morte de 52 bilhões de pessoas no mundo até agora. Na condição de maior extermi­nador conhecido, o mosquito ― acompanhado pelo flagelo de inú­meras doenças, incluindo malária, febre do Nilo Ocidental, zika, dengue e febre amarela ― desempenhou um papel indiscutível ao delinear a histó­ria da humanidade com maior prevalência do que qualquer outra criatura viva que já dividiu o planeta conosco.

Repleto de insights surpreenden­tes em uma narrativa vigorosa, O mosquito narra a incrível saga do reinado do mos­quito em meio à história humana e seu impacto indelével na ordem mundial contemporânea.

O mosquito - A incrível história do maior predador da humanidade

R$69.90Preço