O conto O pescador ambicioso e o peixe encantado segue o estilo de A águia e a galinha: uma metáfora da condição humana. Em O pescador... se encontra uma metáfora da crise de nossa cultura hoje mundializada: a falta da justa medida nas principais dimensões da vida: nas relações pessoais, na sociedade, na economia e em nossa relação para com a natureza. A falta de medida gera a arrogância, que leva à discriminação dos diferentes, ao uso da violência e da guerra. Os vários contos, fábulas e relatos tornam mais compreensível o tema do que exposições teóricas. A alternativa se encontra na própria natureza humana, feita de cuidado, de relações includentes, de equilíbrio em relação à natureza, na reciprocidade entre masculino e feminino, na medida certa entre o trabalho e o lazer, entre a razão e o coração. O livro procura orientar os espíritos na busca da moderação e da autocontenção para fazermos frente às grandes ameaças que pesam sobre o destino da vida na Terra e de nosso futuro.

O pescador ambicioso e o peixe encantado

R$44.90Preço