Quinze anos depois da morte de Naguib Mahfuz, coletânea reúne contos inéditos do escritor egípcio, o único autor árabe agraciado com o Nobel da Literatura. Os manuscritos, guardados em uma pasta, foram descobertos recentemente por um pesquisador no Cairo. A publicação desses contos estava prevista para 1994, ano em que o escritor sofreu um atentado por extremistas islâmicos e perdeu os movimentos da mão direita

Enquanto fazia a pesquisa para escrever um livro sobre uma das obras de Naguib Mahfuz (1911-2006), o jornalista egípcio Muhammad Shoair frequentou a casa da filha do escritor, em busca de documentos. Durante a empreitada, ele conta ter encontrado uma caixa com dezenas de contos manuscritos, com a indicação "para publicar em 1994". Após um levantamento, descobriu que, embora boa parte dos textos já tivesse saído em uma revista egípcia, havia dezoito inéditos.

Depois da análise, a filha do escritor, Umm Kulthum, decidiu publicar esses dezoito contos em livro, por uma editora libanesa. Foi Umm Kulthum quem escolheu o título da coletânea, emprestado de um dos contos: O sussurro das estrelas – um paralelo com a primeiríssima publicação do pai, a coletânea de contos O sussurro da loucura, de 1938.

É esta a edição lançada agora pela CARAMBAIA, pelo selo Ilimitada, traduzida diretamente do árabe por Pedro Martins Criado. O volume traz também uma introdução do britânico Roger Allen, o principal especialista ocidental em sua obra.

O sussurro das estrelas

R$59.90Preço