top of page

Uma nova e ousada perspectiva sobre os avanços tecnológicos ao longo da história, provando que as inovações podem gerar prosperidade para todos, não somente às elites.

* Best-seller do New York Times

A partir da análise de mil anos de história, aliada ao exame de evidências contemporâneas, Daron Acemoglu e Simon Johnson, professores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), mostram como o progresso depende das escolhas que fazemos sobre o uso e os avanços da tecnologia. Novos modos de organizar os processos produtivos e novas formas de comunicação podem, a princípio, se tornar a base de uma sociedade mais próspera e igualitária. Na prática, no entanto, esses avanços servem apenas aos interesses de uma pequena elite que detém os meios de produção e de poder. Ou seja: a adoção de mais tecnologia não implica necessariamente mais progresso.
A riqueza gerada pelos aprimoramentos na agricultura durante a Idade Média, por exemplo, foi absorvida pela nobreza para seus próprios fins, enquanto os camponeses viviam à beira da inanição. Na Inglaterra, os primeiros cem anos de industrialização só entregaram salários estagnados e duras jornadas de trabalho aos operários, enquanto empresários acumulavam capital. Isso continua atualmente. A inteligência artificial, assim como a evolução de outras tecnologias, mina os empregos e a democracia por meio da automação indiscriminada, da coleta maciça de dados e da invasão de privacidade.
O ritmo das inovações ao longo da história, no entanto, já serviu a propósitos mais igualitários, e pode voltar a fazê-lo. Poder e progresso demonstra que é possível redirecionar as diferentes inovações para criar prosperidade real a todos, em vez de atender apenas a uma minoria privilegiada .

Poder e progresso

R$ 114,90Preço
Somente 1 em estoque
    bottom of page