Gifty é uma jovem superdotada que está preparando o doutorado em Neurociência na prestigiosa Universidade de Stanford. Contudo, sua vida aparentemente promissora não é nada fácil, sendo, ao contrário, repleta dos dramas e grandes desafios com os quais costumam se defrontar os imigrantes africanos radicados no ambiente racista do Sul dos Estados Unidos, como é o seu caso.

Vinda de Gana em busca do “sonho americano” sua família conhece apenas o reverso da medalha enfrentando dificuldades contínuas. Seu pai é o primeiro a entregar os pontos, abandonando a mulher e os dois filhos para refazer sua vida no país de origem. Sua mãe jamais se recupera da decepção, buscando consolo na religião e se desdobrando para criar bem os filhos. Nana é um rapaz alto, forte e bonito que tem tudo para se tornar uma estrela milionária do basquete, mas se torna viciado em opioides após uma lesão e morre prematuramente em virtude de uma overdose. Enquanto efetua pesquisas científicas com camundongos no laboratório da universidade, Gifty ainda tem que enfrentar a depressão da mãe, que se refugia na inércia e no silêncio após a morte de Nana, seu preferido.

Apesar dos dramas que enfrenta, Gifty, a protagonista-narradora, consegue superar todos os obstáculos que derrotam seus familiares, casando-se e integrando-se perfeitamente na sociedade norte-americana, em um final feliz que parecia quase impossível.

Esse é o segundo romance de Yaa Gyasi publicado pela Rocco. O primeiro foi “O caminho de casa”. A autora nasceu em Gana, mas assim como a protagonista de “Reino transcendente”, foi criada desde a infância no Sul dos Estados Unidos, nos estados de Alabama e Tennessee. Vive hoje no Brooklyn, na cidade de Nova York, e seu primeiro livro, O caminho de casa (editado quando ela tinha apenas 28 anos de idade), teve excelente acolhida de crítica e de público, chegando à lista dos melhores do ano do New York Times e conquistando o prêmio Hemingway, do PEN Clube dos EUA de 2017, na categoria Melhor Livro de Estreia.

Reino Transcendente

R$64.90Preço