Desde o início das contaminações pelo novo coronavírus, a pneumologista Margareth Dalcolmo acompanhou de perto, como médica e pesquisadora especializada, as repercussões clínicas, os efeitos sociais e os esforços da comunidade científica para encontrar vacinas capazes de conter a vertiginosa propagação da Covid-19. Tornou-se referência nacional ao comentar na grande imprensa, com segurança, lucidez e empatia, os desafios e desdobramentos da pandemia que mudou o curso do planeta. Assim, os artigos reunidos neste livro, escritos semanalmente para o jornal O Globo, constituem uma espécie de diário que documenta no calor e estupor dos acontecimentos a visão da ciência em sua essencial missão humanista. Faz com isso história – de um tempo para não esquecer. “Ao aliar qualidade literária à generosidade de divulgar conhecimentos científicos de forma acessível, o conjunto de artigos reunidos nesta obra testemunham que a medicina pode ser, ao mesmo tempo, arte de cuidar e compromisso com o bem-estar coletivo. Com sua defesa clara e eloquente do recurso às melhores evidências científicas para a definição de políticas públicas capazes de fazer o país superar a grave crise sanitária, social e humanitária causada pela pandemia, a autora nos convida a trilhar caminhos de renovação de um projeto generoso para o futuro da saúde e da sociedade. ‘O bem-estar, a educação e a liberdade têm uma interdependência entre si, tal como acontece com a fome, a ignorância e a escravidão’. A citação do médico Rudolph Virschow (1821-1902) bem poderia ser uma epígrafe deste belo livro de Margareth Dalcolmo, a doutora Margareth, como afetuosamente se refere a ela a legião de admiradores que só se ampliou nestes duros tempos de Covid-19.” – Nísia Trindade Lima - Presidente da Fiocruz

Um tempo para não esquecer

R$52.00Preço
Esgotado