Edna Adan Ismail foi a primeira somali a se formar em uma universidade do Reino Unido. Foi a primiera mulher a dirigir em seu país. Salvou milhares de pessoas da guerra que devastou a Somalilândia, onde nasceu. Foi a primeira ministra das Relações Exteriores de uma nação africana. Tornou-se uma das vozes mais ativas da Organização Mundial da Saúde. Construiu com suas próprias mãos um hospital que hoje é referência em saúde feminina e em partos humanizados.

O que motivou todos esses feitos, porém, foi uma tragédia. Ainda criança, de acordo com as tradições religiosas de sua família, Edna sofreu uma mutilação genital com o consentimento de sua mãe. Essa violência mudou sua vida para sempre e a fez prometer lutar com todas as forças para que mais nenhuma menina passasse por aquilo.

Ao lado de Edna, Wendy Holden conta como esta extraordinária mulher conseguiu abolir a barbaridade da mutilação genital em boa parte da África e mudou a vida de milhares de meninas e mulheres, mostrando que,  por mais dificeis que sejam os obstáculos, é possível mudar o mundo.

Uma mulher extraordinária

R$49.90Preço