top of page

Um país, uma família e um amor em crise.

Terceiro volume da saga A Vila dos Tecidos, fenômeno de vendas em vários países.

 

Augsburgo, 1920. Após a Primeira Guerra Mundial, a Alemanha atravessa uma grave instabilidade econômica.

Apesar disso, o clima na Vila dos Tecidos é de otimismo. Paul Melzer voltou do front e, após a morte do patriarca da família, assume a administração da fábrica, determinado a fazer com que ela volte aos dias de glória. Marie também pode finalmente realizar um sonho antigo: ter o próprio ateliê de moda. Até Elisabeth parece ter deixado o ressentimento de lado e estar mais animada com a vida – e com um novo amor.

Mas o final feliz ainda está longe da mansão Melzer. Depois do longo tempo que passaram separados, o amor de Paul e Marie está mais forte do que nunca. No entanto, ele não sabe lidar com os filhos que não viu crescer, sente-se ameaçado pela independência da esposa e se torna cada vez mais intransigente.

Quando os compromissos profissionais começam a afastar Marie de casa e das crianças, Paul decide lhe dar um ultimato. Agora a mulher que, na ausência dele, foi responsável por manter a fábrica, a vila e a família de pé tem uma difícil decisão a tomar.

O legado da Vila dos Tecidos (Livro 3)